Privatizações pressionam empresas a fazerem IPOs o quanto antes

11 de março de 2019

Por

Categorias
Compartilhe esta publicação

Em 2018, de cerca de vinte operações de ofertas públicas iniciais (IPOs) de empresas nacionais esperadas somente sete se concretizaram ao longo do ano e quase metade delas foram feitas no exterior. Para 2019, o cenário exigirá pressa: com a iminente onda de privatizações, algumas empresas planejam aproveitar o ano para captar recursos antes que os olhos dos investidores se voltem para as estatais.

Para Fernando Kuyven, sócio do Modesto Carvalhosa Advogados, “havia um represamento grande, já que muitas empresas interessadas em fazer IPO preferiram aguardar a definição política, e a estabilização do cenário econômico, que estava ruim. Houve a greve dos caminhoneiros, crises internacionais, e outros eventos que fizeram as pessoas represarem seus projetos. Agora vemos uma certa pressa para a concretização das operações.” Confira a matéria completa: http://bit.ly/2CaqLLV